quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

UE com 35 países em 2014 ???

A ideia é da Grécia, que esta semana lançou uma iniciativa, baptizada “Agenda 2014”, com a qual espera convencer todos os governos envolvidos a criar uma dinâmica capaz de permitir a integração na UE, em 2014, dos seis países aspirantes dos Balcãs Ocidentais que ainda não iniciaram as negociações formais de adesão: Sérvia, Bósnia-Herzegovina, Macedónia, Albânia, Montenegro e Kosovo.

Se a estes países se juntarem a Croácia, que espera aderir em 2012, e a Islândia, a UE passaria a contar, segundo Atenas, com 35 países em 2014. O que quer dizer que teria absorvido nada menos do que VINTE países em apenas dez anos, dezanove dos quais com níveis de vida muito inferiores à média comunitária.

O que é curioso é que, apesar desta manifestação de boa vontade face aos vizinhos, a Grécia é o principal obstáculo à progressão da Macedónia, que é, por coincidência, precisamente o país mais avançado dos seis: a Comissão Europeia defendeu em Novembro passado que o grau de aproximação de Skopje às normas europeias é suficientemente elevado para permitir o arranque das negociações formais de adesão.
Só que a decisão – obrigatoriamente tomada por unanimidade – dos governos dos Vinte e Sete está desde então bloqueada por Atenas, que manterá o seu veto enquanto a disputa bilateral sobre o nome desta antiga República da Jugoslávia não estiver resolvida...

37 comentários:

Augusto Küttner disse...

Posso estar errado, mas penso que a Turquia devia entrar!!! Faz mais senso dentro que fora!!!

O Raio disse...

Por uma vez concordo com Heer Augusto Küttner, porque é que a Turquia que até creio ter pedido a adesão antes de Portugal ou da Grécia, não é citada?
Terá sido para não desagradar ao Rompuy?
Sim, porque é que a Turquia terá de ficar de fora?
Por ser de maioria muçulmana?
Bah!, Também a Albânia o é. Isto sem contar com a Bosnia-Herzegovina, de maioria muçulmana.
Por não estar na Europa?
Bah! Parte da Turquia está na Europa, além de que há países na UE que dificilmente se podem considerar na Europa como Chipre ou Malta.
Além de que se deveria considerar que se a Turquia não é mais europeia foi por ter ficado do lado errado da Primeira Guerra Mundial pois, antes disso, o Império Otomano chegou às portas de Viena.
Sim, porque é que há esta animosidade contra a Turquia?
Quanto à islândia aderir à UE, a ver vamos pois os islândeses não me parecem ter mentalidade de suicidas.

Augusto Küttner de Magalhães disse...

Sr. Raio

Mesmo concordando uma vez comigo, acho que V,Exa anda zangado com a Sua vida!!
Está sempre mal disposto!!!
Posto isto, acho que a Turquia deve entrar e sei que muitos importantes não querem.
Como não sou importante a Turquia não vai entrar....

Augusto Küttner de Magalhães

O Raio disse...

Heer Küttner,

Ando zangado com a minha vida? De modo nenhum.

Ando é fascinado pois estamos a viver uma altura única da História, a primeira vez que centenas de milhões de cidadãos e subditos são enganados durante dezenas de anos a fio.

Sim, como é possível que a integração europeia falhe todas as previsões e que ao fim de dezenas de anos, todos os estados membros estão a estagnar ou mesmo a regredir?

No nosso caso sempre que a integração avança, nós afundamo-nos mais um pouco.

Se alguém em 1990 dizesse que dentro de vinte anos estariamos na situação em que estamos seria acusado de ser um perigoso comunista ou um saudoso do "orgulhosamente sós" salazarista.

Quando entramos para o Euro, um futuro brilhante esperava por nós. O Dr. Vitor Contâncio (que não acerta numa) deu uma entrevista na TV em que previa um nova era fabulosa, sem custos de transacções... falhou redondamente como já nos habituou.

Perante tanto falhanço qualquer cidadão com um mínimo de espírito científico põe a teoria em causa e interroda-se sobre a validade do projecto europeu.

Só políticos ineptos (ou desonestos) é que perante o manifesto falhanço da integração europeia aproveitam para nos impor a Constituição, sorry, o Tratado de Lisboa que ainda aprofunda mais o desastre que está a ser a integração.

No nosso caso recordemo-nos qur desde o tempo das guerras liberais do Século XIX qur não tinhamos uma recessão tão prolongada.

Sim, vomo é poddóvel?

Augusto Küttner disse...

Penso que o problema de não capacidade de governação, de não existirem verdadeiros leadars, é GLOBAL!!!

E como tal tem que ser visto!!
Só o Obama se safa, e mesmo assim , não vai conseguir!!!

Que fazer, então???

A.Küttner disse...

Quanto à adsão da Turquia, à UE, devia ser já amanhã!!!!ao menos isso!!!!

O Raio disse...

"o problema de não capacidade de governação, de não existirem verdadeiros leadars, é GLOBAL!!!"

No caso da Europa é o próprio "projecto europeu" que canibaliza a classe política, afastando os estadistas e mesmo os bons políticos. Sobram os politicos mediocres ou desonestou ou ainda, desonestos eque vivem à custa do citado projecto.

A.Küttner de Magalhães disse...

E quais as alternativas?

O Raio disse...

"E quais as alternativas?"

Dentro da União Europeia não há alternativas.

Mas o Mundo é vasto, alternativas não faltam.

A começar pelo European Economic Agreement ou pela EFTA...

A.Küttner disse...

Voltar a passado? Por aí também não!!A EFTA, já deu. Olhe a Suiça ficou voluntariamente fora da UE! Veja no que está a "não dar"!!!
Não sei bem qual o caminho!!Mas por aí, não me parece!!!

Abraço

Augusto

A.Küttner disse...

Voltar a passado? Por aí também não!!A EFTA, já deu. Olhe a Suiça ficou voluntariamente fora da UE! Veja no que está a "não dar"!!!
Não sei bem qual o caminho!!Mas por aí, não me parece!!!

Abraço

Augusto

O Raio disse...

Meu caro,

"Voltar a passado? Por aí também não!!A EFTA, já deu."

??? Já deu? Nós até continuamos a pertencer à EFTA que é actualmente formada pela UE, pelo European Economic Agreement e pela Suiça.

"Olhe a Suiça ficou voluntariamente fora da UE! Veja no que está a "não dar"!!!"

??? Está a não dar? Quem nos dera...

Um abraço,

A.Küttner disse...

Meu caro

A Suiça????

Quanto tempo falta para estar de tanga????

Está o meu caro evidentemente contra os minaretes???!!!

Dê soluções!!! Não diga só mal!!!

um abraço

O Raio disse...

Carissimo,

"A Suiça????

Quanto tempo falta para estar de tanga????"


???? Não entendo! A Suiça tem um rendimento per capita quase duplo do português e está a aguentar a crise, para país europeu, muito bem.

Se a Suiça ficar de tanga, deve ser como esta, http://mulher.sapo.pt/fotos-videos/galerias-de-fotos-2/?tema=carreira-vida&id=991601, feita por 30 quilates em diamantes, ouro branco, etc.

Eu até dou caminhos alternativos (não gosto do termo soluções), EEA ou EFTA, por exemplo, embora até ache que não é necessário fazê-lo pois o problema neste momento é reconhecermos os malefícios da UE e, só depois, é que se devem procurar outros caminhos.

Em última análise, todos os outros caminhos podem ser piores e então continua-se como até agora.

Mas a atitude de negar o debate e, ou, vicia-lo com ataques e ofensas como é muito vulgar nos euro-fanáticos, é a pior das opções.

Um abraço,

A.Küttner disse...

Carissimo

Ataques e ofensas????

Não entendi!!!!

Aqui???

Quando???

Bem a Suiça, não está globalmente assim tão recomendável.
Parece que o segredo bancário já não é o que era!
Parece que já não gera riqueza como gerava???
Parece que não será assim um paraiso!
Repare que não quero ver mal a Suiça!! Achava mais necessario ver bem a Europa. e como ainda Portugal lá está!!!

um abraço

O Raio disse...

"Ataques e ofensas????

Não entendi!!!!

Aqui???

Quando???"

Aqui não tem havido.

Mas, por experiência própria, quando se encorra-ça um eurofanático este responde com ofensas e ataques pessoais.

A Suiça já não está tão bem como estava, pudera, encravada no meio da UE...

Mas está melhor, muito melhor do que a quase totalidade dos membros da UE.

Um abraço

O Raio disse...

Corrigenda:

Onde está

quando se encorra-ça

deve ler-se

quando se encurrala

Sorry

A.Küttner disse...

Caro Raio

Permite-me uma pequena sugestão?

Sendo que é contra a UE!
Sendo que acha que tudo deve ser não UE!
Porque Raio, vem aqui para este espaço onde se aposta na UE?


Por certo haverá outros locais onde vai conseguir muitos convencer, aqui não!!Ainda não quis isso entender?'

um abraço

A.Küttner

Nota: vai-me citar e dar pancada???

O Raio disse...

Caro Küttner,

"Permite-me uma pequena sugestão?"

Claro.

"Porque Raio, vem aqui para este espaço onde se aposta na UE?"

Sem me ultrapassar à Isabel, considerei este espaço como um espaço em que se fala da UE.

Acho espantosa a sua sugestão que, no fundo, é uma forma de correr comigo.

Pelo que vejo o meu caro amigo é um eurodemocrata e detesta que alguém tenha opiniões diferentes das suas.

Um abraço

A.Küttner disse...

Caro Raio

A Sua argumentação é totalmente contrária a uma UNIÃO EUROPEIA!

O senhor é a favor de Estados Nacionalistas!

Se aqui para o mal ou para o bem estamos com o excelente conhecimento da Isabel a tentar ver, a tentar, a tentar, que a UE vá em frente, o senhor não quer, não acho que seja o seu espaço...


Mas...

A.Küttner

O Raio disse...

Meu caro,

"A Sua argumentação é totalmente contrária a uma UNIÃO EUROPEIA!"


Nem sou. estou-me até um bocado nas tintas para isso. Acho que podiamos ser integrados numa possível Europa Unida, ser integrados nos EUA como estado americano, ou outra, até me é indeferente.

O que já não me é indeferente é quando somos integrados num espaço que pouco tem a ver com a democracia, que nos explora miseravelmente e, pior, que acabará, cedo ou tarde num banho de sangue como as experiências anteriores nos mostram.


"O senhor é a favor de Estados Nacionalistas!

??? boa piada! E vinda de um nacionalista europeu com mentalidade imperial, é forte.
Onde é que eu mostrei que sou a favor dos estados nacionalistas?

"a tentar, a tentar, que a UE vá em frente"

???? Para já há anos que a UE patina, mais precisamente desde o Tratado de Maastricht pois, a partir dessa altura todos os passos que a UE tentou dar foram muito penosos no meio de referendos perdidos ou ganhos de forma duvidosa.

"o senhor não quer, não acho que seja o seu espaço.."

Erro, erro, erro!
Eu bem gostaria que a UE fosse em frente, de forma democrática e respeitando as diferenças.
Não é o que está a acontecer, temos de estar atentos e vigilantes, pois, quando se der a implosão, se ela for violenta, a culpa é de todos nós.

Um abraço,

Isabel Arriaga e Cunha disse...

Ó Raio, pode-me explicar - DE FORMA SUCINTA, POR FAVOR - porque é que a UE é anti-democrática?

E já agora, se acha que é tudo tão mau, porque é que não funda um partido na versão nacional do UKIP e tenta ser eleito para a AR para pôr Portugal fora da UE, ou para o Parlamento Europeu para tentar destruir a coisa???

Augusto Küttner de Magalhães disse...

Cara Isabel

Assino por baixo

Augusto

O Raio disse...

"Ó Raio, pode-me explicar - DE FORMA SUCINTA, POR FAVOR - porque é que a UE é anti-democrática?"

Não é preciso pedir por favor, tenho todo o gosto em explicar.

Para evitar estar aqui vários dias a escrever a resposta e já que me é pedida uma explicação SUCINTA, vou limitar-me a um pequeno pormenor, pequeno mas significativo.

Todos nós sabemos a importância da Comissão Europeia que tem o exclusivo da iniciativa legislativa na UE. Por outras palavras, é a autora do monstruo... sorry extenso "aquis communitaire", produzindo actualmente mais de 70% da legislação que todos os anos entra em vigor nos Estados Membros.

Um órgão destes é muito mais importante do que qualquer Parlamento Nacional e devia ter fortes componentes democráticas quer na sua indigitação quer no seu funcionamento. Não tem! Mas há um problema ainda pior.

Na versão consolidada do Tratado de Lisboa (http://www.eu2007.pt/NR/rdonlyres/1D96311C-F90D-4E97-B355-DFEA0DD1ABEA/0/TLconsolidado.pdf), tem-se (Artº 17º nº3):
...
Os membros da Comissão são escolhidos em função da sua competência geral e do seu
empenhamento europeu
de entre personalidades que ofereçam todas as garantias de
independência.
...
(negrito meu)

E esse problema é o filtro ideológico que afasta da Comissão quem não seja da cor... lembra a declaração de que "se estava integrado na Constituição de 1933, com activo repúdio do comunismo e de todas as ideias subversivas", obrigatória para os funcionários públicos nos tempos de Salazar.

É que filtros ideológicos são próprios das ditaduras e incompatíveis com a democracia.

"E já agora, se acha que é tudo tão mau, porque é que não funda um partido na versão nacional do UKIP"

Não tenho recursos para fundar um Partido, como é óbvio. E, se o fundasse certamente que não seria uma versão nacional do UKIP.

Além de que a experiência mostra que mini-partidos deste tipo acabam por ser optimos para o sistema, dão-lhe um alibi democrático e não incomodam nada, mesmo nada.



"e tenta ser eleito para a AR para pôr Portugal fora da UE, ou para o Parlamento Europeu para tentar destruir a coisa???"


Os eurodeputados não têm qualquer poder, ir para o Parlamento Europeu só serve para arredondar as contas ao fim do mês.

Já lá estão vários eurocepticos (do UKIP, por exemplo) e o resultado é nulo.

A.Küttner disse...

Bem, quando estiver a lançar a bomba para acabar contudo, avise antes, para eu me despedir!!!

O Raio disse...

"Bem, quando estiver a lançar a bomba para acabar contudo, avise antes, para eu me despedir!!!"

Reacção tipica de um euro-entusiasta que perante factos incontestáveis a que não sabe responder, diz um disparate qualquer...

a.küttner disse...

Sr. Raio, disparate?? eu???não se está a ver ao espelho????

O Raio disse...

"disparate?? eu???não se está a ver ao espelho????"

Claro que não.

Mas falar em bombas, etc., assunto que não para aqui chamado não uma manobra para se evitar discutir problemas concretos?

A.Küttner disse...

De concreto!
E se conseguiseemos a nivel global inspirarmo-nos em LULA DA SILVA?

O Raio disse...

" se conseguiseemos a nivel global inspirarmo-nos em LULA DA SILVA?"


???? A isto chama-se fugir à discussão.

Meu caro, quando temos uma opinião temos de ter a coragem de a defender.

E defender uma opinião não é ignorar a argumentação que a contraria, é compreendê-la e tentar mostrar que está errada.

Mas isso talvez já seja pedir muito...

akm disse...

Penso que desta me chamou de "burro".

Como atrás noutro comentario a comentario, estou numa de não me apetecer responder a agressoes!

Mas aconselho-o se tiver pachorra a ler o que Lula Da Silva tem feito no Brasil.

Pelos SEM TERRA! Pea FOME ZERO!

PELA irradicação da POBREZA e eee..

O Raio disse...

"Penso que desta me chamou de "burro"."

De nenhuma forma, o meu amigo é que se está a por a jeito.

"Como atrás noutro comentario a comentario, estou numa de não me apetecer responder a agressoes!"

Ninguém está a agredir ninguém. Não seja tão sensível.

"Mas aconselho-o se tiver pachorra a ler o que Lula Da Silva tem feito no Brasil."

Estou a par do assunto porque tenho muitos amigos brasileiros. Alguns até 100% contra o Lula.

Claro que o Lula cometeu erros mas, se se pudesse recandidatar ganharia com uma perna às costas pois mantém grande popularidade junto ao eleitorado.

Pudera, por lá não há UE's que vão minando a popularidade dos governos eleitos.

akm disse...

Explique-me pf só a logica do seu ultimo páragrafo:

O mérito de Lula, é unicamente lá não haver UE?

O Raio disse...

"O mérito de Lula, é unicamente lá não haver UE?"

Francamente! Acho que me expliquei bem. Se não percebeu vá mas é reler o que eu excrevi. Se continua a não perceber... sinceramente, nãqo vale a pena explicar.

E não digo que era deitar pérolas a porcos porque o meu amigo é sensível, já se ofendeu com zquela do provérbio árabe e podia ficar zangadi,

AKM disse...

Pérolas a porocos??' boa!

AKM disse...

Pérolas a porocos??' boa!

Anónimo disse...

A Turquia já não quer entrar... he he he... É que a economia da Turquia cresce 8% ao ano. Eles não precisam da armadilha da UE. A Turquia descobriu uma posição geográfica muito boa no contexto do trânsito das novas rotas perolíferas do Mar Cáspio, e ainda na recuperação económica dos países do Mar Negro.

Vamos saír da União Europeia. Só nos prejudica.